9 dicas para melhorar seu vocabulário em Inglês
Photo by Sincerely Media from Unsplash

9 dicas para melhorar seu vocabulário em Inglês

Vocabulário é algo que adquirimos durante a vida toda. Mesmo na nossa língua materna, há milhares de palavras que não sabemos o significado e podemos em algum momento ouvir ou ler e não saber do que se trata, e acabamos recorrendo ao dicionário para descobrir o que determinada palavra quer dizer.

Aprendendo uma língua estrangeira, como o inglês, o mesmo fenômeno é observado de forma mais nítida. Há diversas palavras que precisamos aprender para poder conversar ou escrever, garantindo assim a tão desejada comunicação.

Pensando na dificuldade que muitos estudantes têm com vocabulário, hoje falaremos sobre como adquirir e memoriza-lo.

1. Comece pelo básico

Saudações, direções, as preposições, cores e alguns verbos como ser, estar, comer e andar são palavras usadas diariamente, e imprescindíveis para compreender um texto, um diálogo e poder se comunicar, ainda que estejamos tratando de algo não tão complexo.

Como são usadas com muita frequência, a repetição torna a memorização muito mais fácil. Essas palavras funcionarão como apoio para aprender outras; mais no futuro.

2. Traga o Inglês para o seu dia a dia

É um fato que pagar para um intercâmbio não é barato e nem todos tem condição de bancar uma viagem para o exterior. Com a tecnologia e a internet, você pode trazer o inglês para mais perto de você com algumas dicas:

  • Sempre que puder, procure por músicas em inglês e sua tradução;
  • Veja filmes em inglês com legendas em inglês;
  • Coloque seu celular em inglês… que tal aprender sobre o tempo na sua cidade em outro idioma?
  • Mude o idioma do seu computador para inglês e instale programas em inglês;
  • Tudo que puder pesquisar, pesquise em inglês.

 O fato de muitos jogos antigos serem em inglês fez com que muitas pessoas passassem a aprender inglês “na marra”, já que é essencial para poder zerar e entender melhor os jogos. Os filmes e músicas trazem vocabulário e possibilita que as pessoas vejam como a língua é usada no dia a dia.

3. Leia assuntos do seu interesse/profissão

Se você é um narrador de futebol, por exemplo, é muito mais interessante saber falar “na trave”, “escanteio”, “lateral”, por exemplo, do que para um chefe de cozinha. Se você gosta de esportes, também pode pesquisar por notícias ou canais de televisão que falam apenas de esportes. Caso você se interesse por tecnologia, por que não pesquisar sobre o assunto em inglês? Ao pesquisar sobre os assuntos que você gosta, o aprendizado se torna mais interessante e menos tedioso.

4. Não foque somente na leitura, utilize o vocabulário de todas as maneiras

É importante desenvolver todas as habilidades de um idioma: A leitura (reading), a fala (speaking), a escrita (writing) e a escuta (listening). Infelizmente, muitos acabam focando apenas na leitura e acabam tendo uma grande discrepância entre os níveis das habilidades, conseguindo entender muito bem o que lêem e falar muito pouco. Por isso, sempre que puder, utilize as quatro competências:

  • Escrevendo algumas frases utilizando a palavra que você aprendeu.
  • Conversando com algum amigo em inglês.
  • Vendo vídeos a respeito do novo vocábulo.
  • Utilize todos os métodos mais de uma vez.
métodos para melhorar o vocabulário em inglês
Photo by Thought Catalog from Unsplash

5. Varie os métodos de aprendizagem

Há diversas maneiras de se aprender algo: Pela leitura, aula expositiva ou exercícios, por exemplo. Variar o método é importante para o aprendizado se tornar mais interessante e também conhecer de qual maneira você aprende melhor.

“Nem todos se interessam por aula expositiva, há pessoas que preferem ler”.

Com o auto conhecimento adquirido, seu futuro aprendizado se tornará cada vez mais fácil e interessante. Tente identificar quais métodos funcionam melhor com você and go for it!(e vai fundo!).

6. Mantenha a frequência

É melhor estudar meia hora todos os dias do que 3 horas uma vez por semana. Manter a frequência auxilia na memorização, graças ao contato diário com a língua. É importante sempre lembrar: A repetição é a mãe do aprendizado.

Segundo o psicólogo Jeremy Dean autor do livro Making Habits, Breaking Habits: Why We Do Things, Why We Don’t, and How to Make Any Change Stick, concluiu que levamos cerca de 21 dias para adquirir um hábito. Faça esse plano com os seus estudos até se tornarem parte do seu dia a dia. 

7. Ao atingir um certo nível, evite o uso da língua materna

Quando alcançar um nível intermediário da língua, procure dicionários inglês-inglês, e aprenda vocabulário usando imagens. O uso do português deve ser apenas em último caso: é importante aprender inglês através do inglês. Com isso, você utilizará mais a língua e evitará o uso de traduções mentais.

8. Procure palavras de origem comum

Com a globalização, o comércio e as culturas se aproximaram, tornando o mundo cada vez mais próximo. Esse intercâmbio comercial e cultural também se refletiu nos idiomas. Palavras como zombie (zumbi), mango (manga), flamingo (flamingo) e banana (banana), por exemplo, são palavras que possuem origem portuguesa/brasileira. São palavras similares e fáceis de memorizar.

Além disso, em inglês, assim como português, existem muitas palavras de origem latina e grega, como por exemplo: philosophy (filosofia), criterion (critério), telephone (telefone). Com seu conhecimento em português, você consegue descobrir algumas palavras.

9. Tenha paciência

Bebês passam os seus primeiros anos ouvindo pessoas falando o tempo todo e mesmo assim demoram pelo menos um ano para aprender as primeiras palavras. É importante ter consciência que você não terá um extenso vocabulário em inglês em apenas um ou dois meses, muito menos em uma semana, temos um limite do quanto a gente pode absorver durante um determinado período de tempo. Por isso, mantenha a frequência do estudo e também seja paciente, pois a construção do aprendizado não é feita da noite para o dia.

Gostaria de conhecer nosso curso de inglês on-line?

Preencha o formulário abaixo para entrarmos em contato:

Por Philip Camanducci, no Language Factory desde 2016, é tradutor e professor de Inglês e Português para Estrangeiros há mais de 11 anos.

FECHAR MENU